Ir direto para menu de acessibilidade.
Acessos:
Início do conteúdo da página

 

O foco de atuação do engenheiro urbano são as pequenas, médias e grandes cidades brasileiras, que hoje somam 5.570. A proposta da Engenharia Urbana é formar profissionais que estejam aptos a trabalhar com a gestão, a ocupação e o desenvolvimento dessas cidades. No Brasil, historicamente, essa responsabilidade tem sido dos arquitetos e urbanistas. Assim, é dever do engenheiro urbano resolver os problemas estruturais e sociais urbanos, melhorando a qualidade de vida dos cidadãos e o desempenho da infraestrutura dos municípios.  As discussões pioneiras do curso acontecem desde 2009, mas somente em 2012 a proposta foi formalizada e submetida às instâncias institucionais até ser aprovada e ratificada em maio. Embora a Engenharia Urbana já exista como pós-graduação em algumas universidades brasileiras, é a primeira vez que será ofertada em nível de graduação. Segundo o coordenador do Núcleo de Geotecnia (Nugeo) da Escola de Minas, Romero César Gomes, "a UFOP está fazendo um papel de vanguarda extremamente importante e antenado com a realidade social", afirma. Para ele, a inserção de um curso como esse na Universidade representa uma contribuição decisiva para o país em termos de superação dos problemas técnicos no ambiente urbano, principalmente em Ouro Preto e Mariana (MG), cidades históricas e complexas. 

Para isso, os alunos passarão por uma formação teórica e prática em vários domínios como Geologia, Geotecnia, Recursos Hídricos, Transporte e Energia, para que possam identificar e corrigir essas questões. 

Presidente do Colegiado: Prof. Lucas Deleon Ferreira

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Secretário do Colegiado: Naiara Pinheiro de Castilho

Telefone: 3559-1542

Matriz Curricular

 

Fim do conteúdo da página