Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Acessos:
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Escola de Minas revitaliza galeria de fotos dos ex-alunos

  • Publicado: Quarta, 29 de Julho de 2015, 15h09
  • Última atualização em Quarta, 29 de Julho de 2015, 15h09

Edione Abreu

Valorizar e preservar memória dos egressos da Escola de Minas é o objetivo do processo de revitalização pelo qual está passando a galeria de fotos dos ex-alunos, que fica no Museu de Ciência e Técnica, no prédio da Escola, no centro histórico. Estão sendo restaurados 50 quadros – desde o início da EM, em 1876, até a formação da Universidade Federal de Ouro Preto, em 1969.

A galeria será aberta ao público em outubro, durante a comemoração do aniversário da Escola de Minas, na Festa do 12.

O projeto de revitalização é composto por uma equipe interdisciplinar formada pelos coordenadores: Edson Fialho de Rezende, Gabriela de Lima Gomes, ambos do Departamento de Museologia da UFOP; Sergley MatosNeves, do Museu de Ciência e Técnica da EM; pela restauradora Bianca Monticelli e pela museóloga GardêniaSaraLeão. O projeto tem suporte financeiro da Fundação Gorceix, instituição de apoio da Escola de Minas.

A professora Gabriela explica que está sendo feito o trabalho de conservação com o reparo nas estruturas e limpeza dos quadros. “A galeria de fotos dos ex-alunos representa um vestígio da memória processual fotográfica bem como as histórias dos personagens que ali passaram”, ressalta Gabriela.


A restauradora Bianca  Monticell durante as atividades de restauro. 1º quadro revitalizado consta do início da década de 1890. (foto: Edione Abreu)

De acordo com a equipe, o trabalho foi dividido em três fases: a primeira consistiu na análise e levantamento dos dados do ambiente sobre como a galeria foi formada; a segunda e a terceira fases são ações mais especificas sobre o acervo, com pesquisas sobre onde e como os quadros estão localizados, nome dos ex-alunos, ano de formatura, por exemplo.

“O trabalho está ficando bem interessante. Acho que quando os ex-alunos chegarem, vão ficar bem felizes e orgulhosos do resultado”, comenta a restauradora Bianca. Ainda conforme a equipe de restauração, as atividades também estão sendo acompanhadas de documentação fotográfica que, futuramente, pode ser transformada em um banco de pesquisa.

registrado em:
Fim do conteúdo da página