Notice: Undefined offset: 1 in /home/siteem/public_html/plugins/system/k2/k2.php on line 702
Qualidade microbiológica da água do campus Morro do Cruzeiro é monitorada - Escola de Minas Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Acessos:
Incio do contedo da pgina
Últimas notícias

Qualidade microbiológica da água do campus Morro do Cruzeiro é monitorada

  • Publicado: Segunda, 29 de Fevereiro de 2016, 08h23

Edione Abreu

 

Você já parou para refletir sobre a qualidade microbiológica da água consumida nos bebedouros da UFOP? Pensando nisso, uma equipe da Escola de Minas, em parceria com o ICEB, realizou uma análise da água distribuída no campus Morro do Cruzeiro e nos bebedouros.

Integram a equipe de estudo o professor do Departamento de Engenharia Civil e coordenador dos trabalhos, Aníbal da Fonseca Santiago; a professora do Departamento de Ciências Biológicas, Maria Célia da Silva Lanna; e as alunas do curso de  Engenharia Ambiental, Iany Cunha e Michelle Braga.

O professor Aníbal explica que a água consumida no campus vem de um poço artesiano, localizado no Centro de Convenções, e não recebe nenhum tipo de tratamento à base de cloro, conforme recomenda o Ministério da Saúde. Por isso, levantou-se a necessidade de se monitorar a qualidade da água distribuída no campus Morro do Cruzeiro.

As atividades de monitoramento duraram cerca de um ano, tiveram início em agosto de 2014 e foram divididas em duas fases: na primeira etapa, foi analisada a água que chega até o campus, ou seja, a rede de abastecimento. Segundo o relatório, não foi encontrado nada de anormal nesta fase. O próximo passo foi investigar a água que sai nos bebedouros. “A intenção foi avaliar a água que chega, e não o bebedouro, sendo que não foi encontrada nenhuma contaminação”, destaca o professor. Ele acrescenta que, para isso, existe um procedimento de higienização dos bebedouros antes da coleta das amostras de água.

O estudo mostrou que, em um ponto, onde não houve a higienização do equipamento antes da coleta da amostra, foi detectada uma pequena contaminação. No entanto, o professor ressalta que se trata de uma bactéria comumente presente no meio ambiente.

“Foi importante participar do estudo para que se possa alertar sobre os perigos em se ingerir água de má qualidade”, enfatiza Michelle. Neste sentido, o professor Aníbal frisa que é importante a limpeza periódica e  adequada dos bebedouros para evitar qualquer tipo de contaminação.

 

Momento de uma análise da qualidade microbiológica da água.

 

registrado em:
Fim do contedo da pgina