Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Acessos:
InŪcio do conteķdo da pŠgina
Últimas notícias

Curso de Desmonte de rochas

  • Publicado: Quinta, 23 de Junho de 2016, 09h46
  • √öltima atualiza√ß√£o em Segunda, 25 de Julho de 2016, 14h58

‚ÄúCurso de Desmonte de Rochas ‚Äď Perfura√ß√£o de Rochas e Aplica√ß√£o de Explosivos, para Minera√ß√Ķes a C√©u Aberto e Subterr√Ęneas‚ÄĚ, nesta sexta-feira, 24 de junho

Matheus Fernando Cardoso

O curso de Desmonte de Rochas, que ser√° realizado nesta sexta-feira, 24.06, a partir das 8h, √© promovido pelo N√ļcleo de Capacita√ß√£o e Treinamentos da FEOP e ministrado pelo consultor de Engenharia de Minas, Luiz Henrique Luz, que √© ex-aluno da EM-UFOP. O objetivo √© apresentar os princ√≠pios b√°sicos de ferramentas de perfura√ß√£o e desmonte de rochas em escava√ß√Ķes subterr√Ęneas ou a c√©u aberto, al√©m de discutir a aplica√ß√£o de explosivos e oferecer treinamento para a afia√ß√£o de bits. Outra meta √© avaliar as possibilidades para o incremento de produtividade, com √™nfase nas t√©cnicas e tend√™ncias sobre o tema, por meio de exemplos ocorridos no campo.

O curso √© aberto a todos os alunos, dependendo da disponibilidade das vagas. As inscri√ß√Ķes podem ser realizadas por meio do site www.feop.com.br, na aba Cursos e Eventos. Mais informa√ß√Ķes podem ser obtidas no link http://conveniar.feop.com.br:8081/eventos/.

Informa√ß√Ķes sobre o tema

Desmonte de rochas, também conhecido como desmonte de bancadas, é a atividade mais comum de explosão de rocha. Pela definição, desmonte de bancadas significa explosão de um furo na vertical ou sub-vertical ou uma fileira de furos para tornar uma superfície vertical livre. Mais de uma fileira de furos pode ser explodida ao mesmo tempo. Um momento de atraso na detonação entre as fileiras cria superfícies livres novas para cada fileira.

Teoria do desmonte de rocha
A ruptura da rocha por explosivos pode ser explicada em três estágios. No primeiro, o explosivo detonador esmaga a rocha na proximidade do furo-parede, devido à elevada pressão da detonação. No segundo estágio, ondas sísmicas de compressão criadas pela explosão propagam-se na rocha em todos os sentidos com uma velocidade igual.
Quando as ondas sísmicas de compressão atingem a superfície, transformam-se em ondas sísmicas de tensão. Isto causa forças de tensão na rocha que a farão partir, se a energia da onda for suficientemente grande. Como regra geral, a força de tensão da rocha é de aproximadamente 1/10 da sua força de compressão, sendo por isso necessário definir uma malha de perfuração que garanta esta relação.

No terceiro est√°gio, o g√°s de alta press√£o (aproximadamente 1000L/kg de explosivos) da detona√ß√£o penetra nas fraturas que s√£o a consequ√™ncia da falha no 2¬ļ est√°gio e as alarga. A massa de rocha entre o furo e a face livre ceder√° e ser√° ent√£o empurrada para frente pela press√£o do g√°s, ficando √† disposi√ß√£o para ser carregada e dar continuidade ao processo.

Programação do curso

DESMONTE DE ROCHAS:

  1. Marcação de fogos
  2. Perfuração
  3. Explosivos
  4. Filmes

       1. Características e Classificação das Rochas

  • Perfurabilidade das rochas.
  • Fabrica√ß√£o e produ√ß√£o das ferramentas de perfura√ß√£o de rochas.

¬†¬†¬†¬†¬†¬† 2. Desmontes Padr√£o de bancadas e frentes de lavra subterr√Ęnea e qualidade da perfura√ß√£o.

  • Coluna de ferramentas de perfura√ß√£o de rochas.
  • Princ√≠pios e mecanismos para perfura√ß√£o de rochas.
  • Cuidados durante a perfura√ß√£o de rochas.
  • Afia√ß√£o de bits.
  • An√°lises de poss√≠veis falhas na aplica√ß√£o das ferramentas de perfura√ß√£o de rochas.
  • Equipamentos de perfura√ß√£o de rochas.

¬†¬†¬†¬†¬†¬† 3. Defini√ß√Ķes.¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†¬†

  • Evolu√ß√£o.
  • Classifica√ß√£o.
  • Propriedades
  • Planos de fogo: c√©u aberto e escava√ß√Ķes subterr√Ęneas.

       4. Desmontes a céu aberto.

  • M√©todos de lavras.
  • Abertura de t√ļneis.
registrado em:
Fim do conteķdo da pŠgina