Notice: Undefined offset: 1 in /home/siteem/public_html/plugins/system/k2/k2.php on line 702
Curso de Engenharia de Minas ganha nota 5 na avaliação do MEC - Escola de Minas Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Acessos:
Incio do contedo da pgina
Últimas notícias

Curso de Engenharia de Minas ganha nota 5 na avaliação do MEC

  • Publicado: Sábado, 01 de Novembro de 2014, 17h13

Isabela Porto e Jéssica de Fátima

Na última avaliação feita pelo Ministério da Educação, o curso de Engenharia de Minas da UFOP obteve nota máxima. O curso foi fundado em 1876 e desde então não havia passado por tal avaliação. Na composição da nota são avaliados os seguintes itens: a organização didático-pedagógica, o corpo docente e as instalações físicas e acadêmicas. Diante da nota obtida em cada uma dessas categorias, o site do Mec calcula, através de um sistema on-line, a nota final.

O curso é um dos mais antigos do país e, desde sua criação, ele vem passando por mudanças que, segundo o presidente do colegiado de Engenharia de Minas, Carlos Alberto Pereira, colaboraram para essa boa avaliação do MEC. Ele diz que na década de 80 não havia projetos de iniciação científica e a universidade oferecia apenas monitorias. Hoje, Carlos ressalta os diversos projetos que o curso vem desenvolvendo. “Nós temos 11 tipos de projetos de iniciação científica ofertados, isso diretamente pela instituição através do CNPq, da CAPES e agora apareceu essa nova ideia dos jovens talentos, que é bem-vinda para quem está no primeiro e no segundo período. Nosso curso é um dos que mais tem aproveitado essa questão, tanto é que, no último ano, 33 jovens foram selecionados, só para o jovens talentos, sem contar as outras bolsas que existem. Isso tudo pesou na avaliação do MEC, porque nós podemos mostrar que nosso aluno é ativo, participa de eventos, apresenta, que é pouco comum no mundo o aluno de graduação apresentar em congressos nacionais e internacionais nas três áreas, de ensino, pesquisa e extensão, que é outra raridade da engenharia”.

Carlos também cita outros fatores que contribuíram para a boa avaliação, como a parceria com empresas que apoiam o desenvolvimento de projetos e a formação do colegiado e Núcleo Docente Estruturante por pessoas participantes e preocupadas em melhorar o desempenho dentro do curso.

registrado em:
Fim do contedo da pgina